Deus nunca nos deixa órfãos. O seu amor está presente no ADN da criação. A sua graça nos defende contra o mal e nos cura com a sua misericórdia. O jardim da criação, a singeleza do sorriso aberto duma criança, o dom da aliança, a libertação da opressão, o cuidado…