A liturgia da palavra do Domingo II da Quaresma apresenta-nos a história de Abraão e Isaac. É uma história de fé. A narração envolve-nos de tal forma que gera em nós a pergunta: porque estará Deus a fazer isso? O narrador não nos prepara para o seu final. Ao fim…