Tragédia vitima cerca de 700 imigrantes no Mediterrâneo

Igreja pede determinação da comunidade internacional para evitar mais mortes

Cerca de 700 pessoas morreram num naufrágio no Mediterrâneo, na madrugada do passado domingo, 19 de abril. A embarcação transportava imigrantes que viajavam com destino à Itália e as autoridades resgataram com vida apenas 28 ocupantes da embarcação proveniente da Líbia, que contava com centenas de mulheres e crianças.

No mesmo dia, o Papa apelou, à intervenção da comunidade internacional. “Dirijo um sentido apelo para que a comunidade internacional atue com decisão e rapidez, a fim de evitar que tais tragédias se venham a repetir”, declarou, perante milhares de peregrinos reunidos na Praça de São Pedro para a oração.

(Esta é apenas uma parte do artigo; o conteúdo integral está acessível a subscritores)

Acesso reservado a subscritores

O conteúdo integral deste artigo é apenas acessível a subscritores.

Se já subscreveu o PRESENTE DIGITAL, deve iniciar sessão (fazer “login”):
Se não é subscritor, pode sê-lo carregando aqui.
21 Abril, 2015

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *