Maldito fogo

Maldito o fogo indomável que faz alastrar pela terra o inferno da destruição, sofrimento, desolação e morte.

Maldito o fogo que, sem dó, consome tudo o que encontra – coisas, animais e pessoas – sem nada poupar, semeando cinza, suor e lágrimas à sua passagem.

Maldito o fogo cuja ameaça atira sobre as pessoas aflição, desespero e sentimento de impotência.

(Esta é apenas uma parte do artigo; o conteúdo integral está acessível a subscritores)

Acesso reservado a subscritores

O conteúdo integral deste artigo é apenas acessível a subscritores.

Se já subscreveu o PRESENTE DIGITAL, deve iniciar sessão (fazer “login”):
Se não é subscritor, pode sê-lo carregando aqui.
20 Junho, 2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *