Alegria e drama na maternidade

A maternidade e paternidade é uma altíssima vocação que Deus concede a muitos. O filho é normalmente fruto do amor dos seus pais e uma alegria para eles, para a família, os amigos, a igreja e a sociedade. Isso acontece sempre que é desejado, acolhido como um dom e admirado como um autêntico milagre de uma nova vida. Sentir a vida mexer dentro do seu seio, uma vida diferente da sua, mas fruto dela, gerando na sua carne, sangue do seu sangue e, no entanto, é outra vida. Nasce dentro de si, depende de si, mas é outra vida, é a vida de um outro que precisa de acolhimento, alimentação, amor e ternura, ainda antes de ver a luz do dia.

(Esta é apenas uma parte do artigo; o conteúdo integral está acessível a subscritores)

Acesso reservado a subscritores

O conteúdo integral deste artigo é apenas acessível a subscritores.

Se já subscreveu o PRESENTE DIGITAL, deve iniciar sessão (fazer “login”):
Se não é subscritor, pode sê-lo carregando aqui.
28 Março, 2017

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *