Jesus perguntou:”E vós, quem dizeis que Eu sou?”

21º Domingo do Tempo Comum – Ano A

Deus é um questionador eterno. Sabe tudo, mas quer que tomemos consciência do que sabemos e o expressemos em voz direta. Dá-nos a chave da revelação, para entrarmos na profundidade da “riqueza, sabedoria e ciência de Deus” (2ª leitura). Mas Deus quer que sejamos nós a abrir a porta, num exercício livre da nossa vontade e da nossa sede de infinito. Entrar por estes caminhos “insondáveis” é uma aventura que exige esperança, saber parar para escutar a melodia do extraordinário e imprevisível presente no quotidiano. Por aqui passa a aventura da fé e da oração, da vocação e da missão.

(Esta é apenas uma parte do artigo; o conteúdo integral está acessível a subscritores)

Acesso reservado a subscritores

O conteúdo integral deste artigo é apenas acessível a subscritores.

Se já subscreveu o PRESENTE DIGITAL, deve iniciar sessão (fazer “login”):
Se não é subscritor, pode sê-lo carregando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *