“Aquele que Me come viverá por Mim.”

Solenidade do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo – Ano A

Jesus é o alimento que nos sustenta para a vida eterna. É o Pão vindo do Céu, enviado pelo Pai a salvar do mundo. Quem comunga Cristo na Eucaristia, deixa-se assimilar por Ele na vida quotidiana. A semana precisa do Domingo, assim como a Quaresma necessita da Páscoa para lhe dar sentido, sabor, cor e rumo, esperança e festa. Por isso, a celebração do Corpo de Cristo é feita na rua, ao ar livre, sob o pálio da divindade peregrina, que atravessa as ruas e praças da nossa terra a fazer memória do Emanuel, Aquele, que de forma invisível e agora sacramental, abençoa os profanos com que preenchemos a vida.

(Esta é apenas uma parte do artigo; o conteúdo integral está acessível a subscritores)

Acesso reservado a subscritores

O conteúdo integral deste artigo é apenas acessível a subscritores.

Se já subscreveu o PRESENTE DIGITAL, deve iniciar sessão (fazer “login”):
Se não é subscritor, pode sê-lo carregando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *