O Evangelho deste domingo oferece-nos para meditação o encontro de Jesus com o cego Bartimeu. Jesus está a caminho de Jerusalém. Vem da Galileia, numa viagem não apenas geográfica mas também catequética, pedagógica e simbólica. Pelo caminho vai ensinando aos discípulos, por palavras e por obras, as escolhas que conduzem…

 

Domínio e poder: estas duas expressões traduzem o desejo e as ânsias que frequentemente habitam o coração humano. O texto do Evangelho mostra como os próprios discípulos não estavam livres desse tipo de sentimentos. O pedido que Tiago e João dirigem ao Senhor, assim como a posterior reação dos restantes…

 

«Vê como nós deixámos tudo para Te seguir». A observação, que Pedro faz a Jesus, põe a nu a dificuldade que temos em aceitar que o dom de Deus é sempre maior que o nosso esforço, por muito grande que este seja. A graça não lhe tira o valor, nem…

 

Entre as mais belas páginas da Escritura estão as que se referem à criação do mundo e, em especial, à criação do homem e da mulher, os seres mais próximos de Deus, feitos à Sua imagem e semelhança. O grande poema que descreve a criação do cosmos sublinha que o…

 

A liturgia deste domingo convida-nos a reflectir sobre alguns aspectos estruturantes da fé cristã: a liberdade do Espírito de Deus agir em quem quer e quando quer; a ambição como a raiz de todos os males e o perigo de escandalizar quem tem uma fé débil. O Evangelista Marcos apresenta-nos…

 

No Evangelho deste domingo, Jesus anuncia pela segunda vez a Sua paixão e ressurreição. Depois do diálogo em Cesareia de Filipe, que meditámos na semana passada, Jesus entra numa segunda fase do Seu ministério que o conduzirá à paixão, morte e ressurreição. Caminhando com os Seus discípulos, Ele vai partilhando…

 

“Efatá!”: “Abre-te!” Um grito, um convite que perpassa as leituras deste Domingo. Abre-te, deixa-te tocar por aquilo que acontece, pelo que vês à tua volta. Abre-te à acção de Deus, ao que Ele quer fazer em ti e através de ti. Abre-te aos outros. Sai de ti, não te encerres,…

 

Ao longo dos últimos domingos temos acompanhado o capítulo 6º de S. João, conhecido como o Discurso do Pão da Vida. O Evangelho de hoje remata esse longo discurso, abrindo com uma conclusão surpreendente por parte dos discípulos: «Estas palavras são duras. Quem pode escutá-las?» Acreditar que Jesus é o…

 

O evangelho que meditamos neste domingo é a conclusão do longo discurso de Jesus sobre o Pão da Vida. Para os contemporâneos de Jesus, as Suas palavras não eram facilmente compreensíveis. Por isso mesmo, de acordo com o próprio texto, eles discutiam entre si sobre o seu significado. Para nós,…

 

Elias vive momentos difíceis. Tão difíceis que diz ao Senhor para lhe tirar a vida. Elias prefere morrer a viver. Ninguém lhe vale, está sozinho. Quantas vezes não passamos por momentos destes? Em que nada faz sentido, nada parece valer a pena. Estamos desanimados, desencantados e talvez nos apeteça morrer….

 

Deus compreende o desânimo do ser humano, mesmo que tal sentimento provenha, por vezes, de queixumes injustos que esquecem tantas maravilhas de que beneficiamos. É celebre a página do capítulo 16 do livro do Êxodo, precisamente por manifestar essa ingratidão: esquecidos já de que Deus tirara Israel da escravidão antiga,…

 

A página do evangelho que meditamos neste domingo mostra-nos um panorama de intensa missão. Os discípulos acabam de regressar da sua primeira experiência missionária, mas a multidão continua a ir e a vir. Jesus decide levá-los a descansar mas, ao chegar ao destino, a cena repete-se: à sua espera, de…

 

Amós, na sua profecia, diz-nos que interessa pouco a nossa história, o nosso passado. Que o mais importante é atender ao que o Senhor nos diz. Abrirmo-nos à Sua Palavra e confiar. O passado pode aparecer-nos como uma segurança mas também pode ser a grande tentação, que nos prende e…

 

Não é raro encontrarmos momentos de desmotivação na vida quotidiana; vemo-nos por vezes sozinhos, convictos de que ninguém nos ouve, de que ninguém leva a sério o que dizemos, de que ninguém segue o caminho que entendemos como certo e, até, convictos de que ninguém percebe a nossa presença. Muitos…

 

O Evangelho deste domingo propõe-nos, para nossa reflexão, dois milagres de Jesus, inseridos um no outro. Quando Jesus vai a caminho da casa de Jairo para impor as suas mãos sobre a sua filha doente, uma mulher, discretamente, procura tocar-Lhe para ficar curada da sua doença. Num primeiro nível, olhando…

 

O evangelho deste Domingo, transporta-nos para o mar, mais concretamente para o Lago da Galileia, também conhecido por Mar de Tiberíades. Na tradição bíblica, o mar representa tudo aquilo que o Homem não domina: é o âmbito do inseguro e do instável. O mar simboliza também o reino do mal,…

 

Com a Solenidade de Pentecostes, deixámos o festivo Tempo Pascal e regressámos ao Tempo Comum. Habitualmente, tendemos a desvalorizar ou, pelo menos, a não apreciar tanto os tempos ditos normais. No entanto, é no Tempo Comum que o Senhor mais nos surpreende e rasga alguns preconceitos, que nos impedem de…

 

Na primeira Eucaristia da história da humanidade, Jesus entrega sacramentalmente a Sua vida inteira, amando-nos de forma incondicional e selando de forma ritual a unidade que pretende entre aqueles que O reconhecem Messias e Senhor. Segundo os relatos que a Igreja guarda da forma mais cuidada, o nosso Salvador mandou…

 

Celebramos hoje a Solenidade da Santíssima Trindade: Pai, Filho e Espírito Santo. Um mistério de Amor que continuamente nos atrai, nas fascina, nos interroga e nos inquieta. Mistério que em Jesus se revela como um Deus próximo, tão próximo que assume a nossa natureza humana. Um Deus que se vela…

 

A liturgia do Domingo de Pentecostes apresenta-nos duas narrações distintas da vinda do Espírito Santo sobre os Apóstolos. Cada uma delas acentua aspectos particulares, mas ambas coincidem na descrição inicial: os Apóstolos encontravam-se reunidos no mesmo lugar. São João, que situa a vinda do Espírito na tarde do Domingo de…